Estágios no âmbito do Programa Erasmus+


O Programa Erasmus para Estágios Profissionais é uma iniciativa da Comissão Europeia, integrado no Programa Aprendizagem ao Longo da Vida e promove o intercâmbio de estudantes dentro da Europa. Este programa promove a realização de estágios, em contexto de trabalho, numa empresa com a qual exista um protocolo.

Duração da Mobilidade

Entre 2 a 12 meses, sendo que o estágio deverá estar concluído até ao dia 31 de Julho de cada ano lectivo.

Objetivos da Mobilidade Estágios

- Ajudar os estudantes a adaptarem-se aos requisitos do mercado laboral da União Europeia;

- Permitir que os estudantes desenvolvam aptidões, como o conhecimento de novas línguas e a melhoria do seu conhecimento sobre a cultura económica e social de determinado país e num contexto de aquisição de experiência de trabalho;

- Promover a cooperação entre as Instituições de Ensino Superior e empresas;

Formalização de Candidatura

Os estudantes que estejam interessados em concorrer aos Estágios Erasmus devem dirigir-se ao Gabinete de Mobilidades para efectuarem a sua candidatura.

Cabe ao aluno desenvolver os contactos necessários junto da Entidade de Acolhimento. Para contactarem possíveis Entidades de Acolhimento, os candidatos deverão elaborar uma carta de apresentação, onde apresentem as suas motivações para realizar o estágio nessa Entidade, bem como os seus objectivos e a duração do estágio. A carta deve ser acompanhada por um Curriculum Vitae (CV) detalhado, em língua inglesa. A confirmação do estágio depende da emissão por parte da Entidade de Acolhimento de uma carta de aceitação.

A formalização da candidatura é efectuada através da entrega dos documentos seguintes, no Gabinete de Mobilidades:

- Ficha de Candidatura integralmente preenchida e assinada pelo estudante.

- Carta de Aceitação da Entidade de Acolhimento.

- Entrega do Training Programme, já devidamente preenchido pelo estudante e pela Instituição de Acolhimento. Este documento representa o contrato que identifica as atividades a desenvolver, as competências a adquirir e as tarefas a desempenhar pelo estudante na Entidade de Acolhimento. Este contrato só é válido após assinatura pelo estudante, pelo Coordenador Erasmus e pela entidade de acolhimento.

Elegibilidade dos candidatos

Podem concorrer os alunos matriculados e inscritos num ciclo de estudos da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, no ano letivo em que vão realizar o estágio.
Podem de igual modo participar no programa os alunos recém-diplomados da FAUL, tendo neste caso de frequentar e concluir o estágio no prazo de um ano após a data de obtenção do respetivo grau do ciclo de estudos.
No caso de já ter participado no programa Erasmus+, durante o atual ciclo de estudos, a duração total dos períodos de mobilidades Erasmus (as realizadas e as que se propõe realizar) não pode ultrapassar os 12 meses por ciclo de estudo, independentemente do número de vezes que participou ou do tipo de ação (estudos ou estágio). Os cursos de Mestrado Integrado contam como dois ciclos de estudo, sendo possível realizar 24 meses de mobilidade.
 

Documentos a entregar no Final da Mobilidade e Relatório Final de Estudante

Declaração com a avaliação do estágio – documento que expõe uma avaliação da organização onde o aluno realizou o estágio ERASMUS+ relativamente ao seu desempenho e o resumo das tarefas executadas, e que deverá ser assinado e carimbado.
De igual modo, deve ser preenchida a última secção do Learning Agreement for Traineeships, que certifica também o período efetivo do estágio, as atividades desenvolvidas e as competências e conhecimentos adquiridos.

Todos os estudantes que realizarem uma mobilidade Erasmus devem preencher um relatório final individual, até 15 dias após o seu regresso, através da ferramenta eletrónica disponibilizada aquando do seu regresso. O pedido de preenchimento do relatório final será enviado para o endereço de e-mail do aluno no final da mobilidade, e após a entrega dos documentos finais. O relatório visa validar o período de mobilidade e fornecer informação de análise do Programa ERASMUS +. 

Bolsas para Estágios Erasmus

Todos os alunos selecionados para efetuar um Estágio Erasmus+ são candidatos a uma Bolsa de mobilidade para estágio que visa contribuir para as suas despesas de deslocação e subsistência.
Ser selecionado para participar no programa de estágio não implica necessariamente usufruir de uma bolsa de mobilidade remunerada, dependendo esta da dotação financeira atribuída à Universidade de Lisboa, pelo que a FAUL não pode assegurar uma bolsa de estágio para todos os participantes. Nesse sentido é possível um estudante realizar um Estágio Erasmus+ com bolsa zero, usufruindo de todos os direitos e deveres dos demais participantes.
Se não receber uma Bolsa de Mobilidade para Estágio o estudante não tem de desistir do Programa, podendo efetivamente realizar o estágio, sendo os custos suportados inteiramente pelo próprio candidato.
O objectivo das bolsas de mobilidade não é financiar integralmente as despesas normais do estudante, mas sim cobrir o diferencial do nível de vida do país para onde foi seleccionado. O valor das bolsas é definido anualmente, de acordo com as diretivas da Agência Nacional. Pode consultar a tabela de referência de momento em vigor aqui 

Outros apoios

É possível um estudante receber uma bolsa dos Serviços de Acção Social da Universidade de Lisboa, em simultâneo com a Bolsa de Mobilidade Erasmus. Embora não seja prática corrente, visto que as entidades de acolhimento dos estagiários não têm qualquer obrigatoriedade de o fazer, é possível o estudante receber algum tipo de apoio por parte da entidade onde realiza o seu estágio.

Os estagiários não podem receber duas bolsas cuja origem sejam verbas da Comissão Europeia.